acessibilidade texto


. . .

Português Português

Amigo Anônimo

aanonimoui

Membros de A.A. Pesquisa 2011

Box 4-5-9, Outono (Set.) / 2012 (pág. 7) => http://www.aa.org/newsletters/es_ES/sp_box459_fall12.pdf
Título original: “Encuesta de los membros de 2011”.
 
Os resultados da pesquisa aleatória realizada em 2011 sobre os membros publicados recentemente, oferecem uma imag19em da Irmandade de A.A. Da mesma maneira que a pesquisa anterior, publicada em 2007, os resultados confirmam algumas tendências positivas e interessantes que vieram tendo continuidade na década passada e destacam a grande importância do Decimo Segundo Passo para atrair novos membros à Irmandade.
 
Mais de 8.000 membros dos EUA e Canadá participaram da pesquisa ajudando a gerar uma imagem de algumas características de A.A. e de seus membros. De acordo com a análise da pesquisa, o membro típico de A.A. tem 49 anos, o período médio de sobriedade é de quase 10 anos, assiste a duas reuniões e meia por semana, pertence a um Grupo-base e tem um padrinho (com frequência consegue esse padrinho nos primeiros 90 dias de sobriedade).
 
Desde 1968, o Escritório de Serviços Gerais vem realizando pesquisas anônimas da Irmandade a cada três ou quatro anos. O propósito primordial tem sido o de manter informados os membros de A.A. a respeito das tendências atuais das características dos membros e proporcionar informação sobre a Irmandade aos profissionais e ao público em geral como parte de um esforço contínuo de ajudar aos que sofrem de alcoolismo.
 
As perguntas da pesquisa cobrem estatísticas pessoais (idade, sexo, raça, ocupação, estado civil), atividade em A.A. (frequência de assistência às reuniões, pertença a um Grupo, apadrinhamento), como o indivíduo foi introduzido em A.A. (por um membro de A.A., pela família, etc.), e considerações “externas”, tais como experiência com instituições de tratamento, os médicos e outros tipos de assessoramento.
 
Destacando a importância do Decimo Segundo Passo cara a cara e de levar a mensagem aos profissionais, a pesquisa indica que 34% dos entrevistados mencionaram um membro de A.A. como responsável pela sua chegada em A.A., e 40% dos que responderam disseram que um profissional da área da saúde os aconselhou a procurar A.A. Ademais, 63% dos membros receberam algum tipo de tratamento ou assessoramento antes de chegar em A.A., e, deles, 74% disseram que isso foi muito importante para que eles decidissem por ingressar em A.A. Depois de chegar em A.A., 62% dos que responderam receberam tratamento ou conselho do tipo médico, psicológico, espiritual, etc. e 82% destes disseram que isto desempenhou um papel importante na sua recuperação do alcoolismo.
 
Há mais homens que mulheres - 65% e 35%, e embora as ocupações representadas na pesquisa cubram uma ampla gama, desde gerente/administrador, profissional/técnico e trabalhador especializado até operário, vendedor, educador, dona de casa, etc., a maior parte dos que responderam, 17%, estavam aposentados.
Os resultados desta pesquisa estão disponíveis na internet (*)
 
(*) Resultados da Pesquisa 2011